Pensares de Inocência

(1) “De cunho e causa portuguesas, os africanos oscilam entre a aceitação e recusa da lusofonia, enquanto entre os brasileiros o termo não tem história”. (2) “A lusofonia devia ser uma noção cheia de pulsão contra a hegemonia da língua inglesa, mas está muito voltada para dentro”. (3) “Há muita coisa boa da literatura moçambicana que não chega a Angola e vice-versa. Em Portugal, ninguém conhece os escritores guineenses e para um são-tomense ir a Angola é um inferno”. (4) “Se o Brasil não entrar na guerra da lusofonia, a guerra está perdida”.  Inocência Mata (professora e ensaísta – São Tomé e Príncipe) 

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s