Dr. Durão Barroso: Novo Académico de Honra (Academia Portuguesa de História)

   barroso_aph_250308.jpg   Dr. Manuel José Durão Barroso foi agraciado esta manhã  pela Academia Portuguesa de  História (no Palácio dos Lilases, ao Lumiar)  com o colar de Académico de Honra. Estiveram presentes mais de uma centena de convidados oficiais e sócios da Academia Portuguesa de História. Dr. Durão Barroso fez uma curta, mas bem ponderada apresentação, da realidade que é União Europa hoje. Definiu a herança cultural judeo-cristã e greco-romana como a sua dupla base, mas não excluiu algumas outras influências fortes, incluindo o islão.  Salientou que a UE não substitui nem substituirá a soberania dos estados-componentes, mas dá-lhes mais força de negociação e identidade acrescida nas relações com o resto do mundo globalizado.  Dr. Durão Barroso afirmou que o patriotismo era bem-vindo, mas não os nacionalismos exacerbados! Citando o  Prof. Adriano Moreira (presente na sessão), que fora seu professor na faculdade, disse que não se lia na Biblia que quando Deus criou o céu e a terra, também criou algum Estado! Explicou como os outros países externos à UE já não vêem cada um dos estados como os viam antes de eles fazerem parte da UE!  Alertou ao facto de UE não querer susbtituir antigos impérios, e que mesmo os antigos estados poderosos, embora nem todos tenham tomado consciência do facto,  hoje são pequenos-grandes estados dentro da UE, apesar de alguns possuírem  forças (demográficas e económicas) individuais relativamente significativas. Os beneficios que cada estado-membro poderá colher da UE dependerá do envolvimento das sociedades civis de cada estado, e não somente da capacidade diplomática dos estados. Revelou que nesse sentido Portugal manifestava muita timidez, enquanto Holanda estava presente a todos os níveis da UE. Resumiu os valores norteadores da UE em um só: respeito pela pessoa humana! Consequentemente, o sistema político-económico deverá ser sempre aquele que melhor pode servir e promover a dignidade e o bem-estar das pessoas humanas, equilibrando o social e o liberal.

Prof. Doutora Manuela Mendonça, a Presidente da APH, presidiu à cerimónia e aproveitou a ocasião para tornar público  o novo projecto da Academia para levar a História de Portugal ao povo português com um aparato científico menos constrangedor e mais apelativo ao cidadão comum.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s