Um espaço de cultura – Figueiró da Serra

Figueiró da Serra     fs_aldeia.gif    Um espaço de cultura

O que faz correr alguém que aos 70  inicia um curso de História? Justamente uma paixão pela História! Essa paixão contribuiu já  para a criação, em Figueiró da Serra,  de um pequeno conjunto museológico em que predomina  a arte sacra e  a etnografia.

Para nos situarmos, Figueiró é uma aldeia tipicamente portuguesa, de casario que utiliza na sua construção o característico granito da zona e a cor branca. O efeito é muito agradável! Situa-se na encosta norte da Serra da Estrela fazendo fronteira com Linhares, uma  conhecida aldeia medieval.              

                                       

Obviamente que a ideia que presidiu à construção dos museus foi dotar a aldeia de um espaço de cultura, no qual se preservasse um conjunto variadíssimo de objectos, de documentos e de trajes que fizeram parte da vida dos seus habitantes e que, por isso, nos transmitem o testemunho dessa vida, melhor escrevem a sua História.

Com contributos de diversas origens, designadamente de naturais, residentes ou não, procedeu-se à recuperação de um edifício que integrava o património de uma das Instituições da aldeia, que satisfazia, muito satisfatoriamente, os fins em vista.

Aliás, esta iniciativa é bem demonstrativa da capacidade de um povo que, apesar de votado ao abandono pelas entidades responsáveis do país, que não lhe dá, nem a ele nem à generalidade dos povos do interior,  as mínimas condições designadamente em termos culturais, conseguiu levar por diante um projecto digno que acolhe o passado para o legar ao futuro, tarefa bem meritória  e gratificante, ao mesmo tempo.

                          Museu de arte sacra                              

   p2.gif      p3.gif  

Tribulo – Objecto de prata, estilo bizantino, que se utilizava na queima do incenso em rituais de algumas cerimónias litúrgicas. Finais do séc. XVI , inícios do séc. XVII.   p4.gif

     Museu etnográfico                       p5.gif    Carro de bois  

– Um meio de transporte estreitamente ligado ao período das colheitas associadas aos ciclos do cultivo da batata, dos cereais, da vinha e do olival, moldado na perfeição ao ambiente bucólico da vida local de que era parte integrante.

Sala de Exposições  

Esta sala, que representa um complemento valioso em termos culturais, acolhe uma exposição permanente de pintura e artesanato, ao mesmo tempo que aí são apresentados, em sistema de rotação,  os trajes utilizados num  Cortejo Etnográfico que constituiu um dos mais marcantes eventos realizados na aldeia. Em situações festivas é costume organizarem-se exposições específicas.

                                                          Uma vista da sala de exposições     

 p6.jpg

Figueiró entrou definitivamente na rota da cultura. Para além do núcleo museológico, a Quinta do Adamastor constitui um lugar paradisíaco onde a cultura marca presença. Como o seu nome indica, a sua temática são os descobrimentos.

                    p7.gif      p8.jpg

J.J.Mendes

Um pensamento sobre “Um espaço de cultura – Figueiró da Serra

  1. Caro José Mendes, gostei do seu trabalho sobre Figueiró da Serra. Com empenho e dedicação a idade não conta e o esforço vale sempre a pena.
    Parabéns!…
    Nazaré Cunha

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s