Um musicólogo goês

Maestro Lourdino Paulino Barreto nasceu em 11 de Fevereiro de 1938 em Galgibaga, concelho de Canácona, sul de Goa. Estudou na escola paroquial onde se estreiou na música com o auxílio do seu Mestre do Coro, Martinho Menino Rodrigues, de Varcá. Sentindo-se vocacionado ao sacerdócio, continuou a sua formação musical no Seminário de Saligão-Pilerne sob a direcção do Padre João Baptista do Casto Viegas, e em seguida no Seminário Patriarcal de Rachol, sob a batuta de Padre Camilo Xavier, e foi ordenado sacerdote em 21 de Abril de 1963. Galgibaga produziu assim um génio musical: Lourdino estudou no Instituto Pontifício de Música Sacra e no Conservatório Nacional em Roma. Formado em Canto Gregoriano, Piano e Composição, defendeu a tese, intitulada Aesthetic Indian Music As A Bridge Between Christian And Indian Religious Music—sob a direcção do Professor Giuseppe Cianfriglia, que o aconselhou a continuar com o curso de dois anos no Virtuoso. Mas o Padre Lourdino decidiu voltar para Goa para o seu ministério pastoral.

De regresso a Goa, ensinou Música Polifónica e Canto Gregoriano no Seminário de Saligão desde 1968, e por um ano no Seminário de Rachol (1981-1982). Desde 1977 até à sua morte precoce em 1997, exceptuando o ano lectivo de 1981-1982, foi Director da Secção da Música Ocidental de Kala Academy de Goa, sucessora da Academia de Música, fundada por um outro Maestro goês, António de Figueiredo. O pedido veio directamente de Shashikala Kakodkar, então Primeira Ministra de Goa e Presidente da Kala Academy, ao Bispo de Goa Raul Nicolau Gonsalves.

Deu vários concertos na música ocidental e oriental. Criou o “Goa Philarmonic Choir”(Coro Filarmónico de Goa) e deu recitais regularmente durante anos, juntamente com a “Goa Symphony Orchestra” (Orquestra Sinfónica de Goa), sob a sua batuta.

Arranjou alguns Ragas, e executou com várias orquestras em Roma, Lisboa, Londres, Baltimore, Boston, Buenos Aires. Ainda em Televisão, Star TV Network. Foii convidado a dar recitais de violino, piano ou orgão na Itália, Suíssa, Áustria, Inglaterra e nos Estados Unidos da América. O seu Coro interpretou música coral, ocidental, indiana e goesa, como também levou ao palco operetas, Broadway musicals e óperas como Il Trovatore de Verdi. O Coro foi convidado a participar em festivais internacionais em Roma e outras capitais do mundo. Além disso, levou o grupo a Bombaim, Pune, Bangalore, Trivandrum e Madrasta (Chennai). Levou ao palco Mikado, Wizard of Oz, Oliver Twist, Fiddler on the Roof, Sound of Music, My Fair lady e Orphaeus in the Underworld.

O Maestro Lourdino tinha planos de ir a Áustria para o Franz Schubert International Festival, quando a morte o colheu ainda novo em 24 de Janeiro de 1997 na idade de 58 anos. Contribuiu para a música folclórica goesa, com livrinhos Goenchem Git, como também para música religiosa. Deixou composições em Devachea Bhurgeanchim Gitam, uma colectânea de hinos religiosos. É interessante ouvir, por exemplo, Salve regina, Sam Fransisku Xaviera, Dogi tegi Beatini (Dulpod em Concani), Raghupati Raghava Rajaram, como também a Cantata Mhozo Otmo Sorvesvorak Vakhannta (o Magnificat em Concani). Esforçou-se como Membro da Comissão para a Formação Musical Ociedntal na Universidade de Goa para incluir música no currículo das escolas.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s