Uma história de vida

Há histórias que a História não conta.

UMA HISTÓRIA DE VIDA

Uma sombra lenta desce a montanha.

A terra, sedenta, espera pelo homem que a amanha.

O Sol avança em direcção ao meio-dia,

há vida e cor, é um espaço em harmonia.

A labuta é diária e o corpo não descansa.

A fonte: são as regras do tempo que este alcança.

Redobram-se as tarefas, exibem-se culturas naturais,

criativo, o homem inventa, querendo ser diferente dos demais.

Todos juntos cantam cantigas, ouvem-se velhos ditados,

bandos de aves coloridas poisam nos campos lavrados.

O meio é fértil, a natureza é um mundo de magia e arte,

descrita pelo pastor encontra-se em toda a parte.

Os avós contam história de reis em alegoria,

inocentes, as crianças erguem castelos de fantasia.

São felizes porque sonham!… O tempo é a memória.

No presente ou no futuro é o reflexo da nossa glória.

Viver com paixão é um “estado” que nos convida a sonhar.

Em qualquer parte da Terra há uma história a registar.

Nazaré Cunha

2008-06-08

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s