Medicina alternativa

Fala-se hoje muito de Medicina Alternativa, ainda na Europa onde a medicina ocidental está bem avançada. A Medicina Alternativa descreve sistemas médicos diversos da alopatia. O termo “homeopatia” foi cunhado pelo sistematizador da Homeopatia, Christian Friedrich Samuel Hannehmann (1755-1843). Qualquer sistema médico deve ser constituído por métodos cientìficamente validados de diagnóstico e tratamento. Em oposição à Alopatia, Homeopatia é baseado no princípio de “os semelhantes curam os semelhantes“ (Similia similibus curantur). Qualquer sistema cientìficamente validado faz parte do arsenal de diagnose e terapia. A Medicina adopta novos tratamentos só quando tem eficácia, indicações e segurança comprovados cientìficamente. O uso de terapias por médicos sem o reconhecimento científico adequado pelos órgãos competentes é proibido.

A Organização Mundial de Saùde (WHO: World Health organization) orienta e previne a respeito das terapias alternativas de modo que os doentes não caiam nas mãos de curandeiros e charlatães sem consciência que tentam comercializar ainda a saùde. Os experimentos devem ser aleatòriamente controlados (RCT: Randomized Control Trial). A evidência anedótica não é considerada válida. Hoje conhecemos vários sistemas alternativos, como homeopatia, ayurveda, sidda, unani, acupressão, aromaterapia, auriculoterapia, bioenergologia, cromoterapia, florais de Bach, iridologia, magnetoterapia, quiropraxia, reflexologia, medicina ortomolecular.

A beleza da Homeopatia é que a droga que, sendo ministrada em quantidades maiores em estado crú, dá origem a sintomas em pessoas saudáveis, que se evidenciam no paciente e curam a doença. A droga é ministrada à base dos sintomas, mas cura o paciente. É tratamento holístico porque toma em conta também os sintomas mentais. A droga homeopática é preparada no processo de dinamização, que consiste na diluição e sucussão da substância em uma série de passos. Segundo Hipócrates, a metodologia clínica consiste em observar as alterações e sintomas no paciente, estudar o doente, duma maneira global, ou holística, como sói dizer-se, na totalidade sintética do indivíduo, avaliar honestamente e ajudar as forças naturais do corpo para conseguir a harmonia, a saúde. Samuel Hahnemann seguiu estes princípios. A base terapéutica da homeopatia é que “semelhantes são curados por semelhantes” (Similia similibus curantur). Ao invés da homeopatia, a alopatia segue o princípio de Galeno, nomeadamente que “contrários são curados por contrários” (Contraria contrariis curantur).

Quem estas linhas escreve, tem lidado por longo tempo (desde 1980) com diferentes sistemas medicos.

Cada sistema tem seus pontos fortes e fracos. Precisamos de todos sistemas. Esta seria postura holistica a ser preferida.

Dr.Ivo da C.e Sousa

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s