EUA, EU, democracias e liberdades!

Em 1979 ao Xá do Irão, um aliado estratégico a quem os americanos  exploravam o petróleo e permitiam-lhe uma vida faustosa e celebrações do milénio do império persa, foi recusado refúgio nos EUA depois de ele ter sido corrido do poder pela revolução islâmica e a embaixada americana no Teerão foi alvo de um assalto violento. Ninguém se esquecerá de Iran Gate! Hoje os EUA não sabem como lidar com o seu outro aliado no Paquistão, o General Parvez Musharraf que se demitiu para escapar ser deposto! Não são estes os únicos casos da diplomacia internacional pouco fiável dos americanos. Estamos ainda a ver o evoluir da situação na Georgia, onde a aliança americana e a participação georgiana no Iraque, estão a sair-lhes caras! Georgianos ganharam liberdade para negar a mesma aos habitantes das suas províncias de Abkhazia e Ossetia do Sul! E isto com o apoio militar dos EUA e promessa de integração na NATO e na UE! Os critérios avançados para apoiar a auto-declaração da independência do Kosovo não serão válidos no caso da Ossétia do Sul e de Abkhazia? A Rússia pretende que está a agir em favor destas províncias na base dos mesmos princípios! Para além da retórica agressiva pouco ou nada está a ser feito pelos EUA para contrariar os russos! Continuamos a ouvir as referências à “comunidade internacional”, equacionada aos EUA e UE!   E porque será que os interesses americanos só são garantidos pelos ditadores e democracias pretensas? E ainda tem a cara para acusar os comportamentos dos russos?

A cultura americana só confirma a natureza da democracia que os EUA proclamam (a UE não dista muito) e querem “impor” ao resto do mundo em defesa de “direitos humanos” e  “liberdades”! Uma delas, a mais badalada é a liberdade da imprensa. Está reduzida a quem tem capacidade de encomendar o jogo mediático às empresas mais caras,  e por implicação mais prestáveis e eficazes na manipulação dos factos e na divulgação das mentiras! A divulgação da destruição pelos georgianos do património cultural da Ossétia do Sul não parece interessar aos média ocidentais! Não se pode esquecer também que a justiça, que toca a todos, é outra grande vítima! Melhores (e mais caros) advogados garantem melhor justiça!

Pobre do Portugal! Estamos na mesma rota democrática neo-burguesa, mas sem dinheiros para pagar jogos mediáticos nem garantir justiça eficaz para a grande maioria dos seus cidadãos pobres! O caso Maddie foi uma ilustração recente da justiça mediática que as pobres crianças portuguesas não usufruem! Pior é o que se passa em termos do facilitismo em nome de cultura democrática. Dizia-se ontem num canal televisivo que analisava o quase-desaparecimento de Portugal no mapa olímpico de medalhas, que esta ausência era somente um reflexo da cultura de facilitismo e falta de exigência! Um dos ilustres participantes no painel não hesitou em definir Portugal como um país em formação! Que não era ainda uma país a sério! Parece difícil descordar.

Até agora levávamos pelo menos a nossa História e as façanhas épicas a sério. Agora até isto tende a desaparecer. Portugal perdeu a sua bolsa de valores! a sua História!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s