O surto espacial asiático: Japão, China, Índia

Foi anunciado o lançamento do Chandrayaan com sucesso esta manhã, às 6.22 IST (Indian Standard Time).

Para acompanhar os avanços tecnológicos da SMART-1, a ESA (European Space Agency)   forneceu três instrumentos para a missão à Lua Chandrayaan-1. Dois são descendentes directos da SMART-1: o espectrómetro de infravermelhos SIR2 e o espectrómetro de raios X C1XS. O terceiro (SARA) é um precursor para um instrumento que voará na missão Bepi-Colombo da ESA a Mercúrio.

Os cientistas europeus e da ESA estão também a colaborar com os Japoneses, que estão a preparar actualmente a grande sonda lunar Selene, que será lançada este ano com dois subsatélites e 300 quilogramas de instrumentos sofisticados.

Durante a missão da SMART-1, a ESA forneceu aos Chineses detalhes sobre as frequências de transmissão e a posição da sonda, para que os Chineses pudessem testar as suas estações de controlos e operações de terra. Isto fez parte da preparação do Chang’E 1, um veículo orbital com lançamento marcado para Outubro de 2007.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s