Ortografia para quem?

 

A ortografia e acordos são para padronizar a escrita. Mas esquece-se muitas vezes que a escrita tem que acompanhar foneticamente a fala. A fala vai ser diferente quando uma língua como o inglês ou o português, ou outra lingua de um país ex-colonialista se expandiu em regiões longe da metrópole, e é falada pelos povos que têm outra língua materna que lhes molda os orgãos que controlam a fonética.  É esta problemática que está na base de debates entre conservadorismo ortográfico e reforma, entre aqueles que querem fazer depender a ortografia da etimologia, e aqueles que preferem valorizar o acompanhamento fonético; entre aqueles que continuam a ver na língua um instrumento privilegiado de dominação e aqueles que consideram a língua como o seu património também e não monopólio exclusivo dos metropolitanos ex-colonialistas.

Leia mais —>

 

 

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s