Paradigmas da sociedade


Os sucessivos paradigmas que vão surgindo nas sociedades de forma contínua e gradual, ora criados ora adaptados, levam-nos a ponderar através da leitura, discuti-los em lugares adequados (escolas ou universidades), ou a aplicá-los na vida prática. Muitos historiadores apontam os estudos de Tomas Kuhn como a grande concepção moderna de paradigmas, ligados ao conceito e evolução das ciências.

A Europa herdou várias visões do mundo, incluindo as dos antigos Egípcios, Hebreus, Gregos e Romanos, e adaptou-se para as novas visões que foram chegando com a modernidade europeia e novas tecnologias.  Algumas sociedades ainda hoje resistem aos vários paradigmas.

Um dos grandes problemas da actualidade, que nos afecta de alguma forma, é o conflito dos paradigmas que são ou devem ser a preocupação das Universidades, onde se produzem saberes mas onde também se preocupa com a correspondência dos novos saberes com as necessidades da sociedade. 

 

Valores que fazem História

 

A arte de saber assemelha-se a um rude diamante…

Lapidado, o seu aspecto é transparente e brilhante.

Os nossos valores, não isentos de dissabores,

são a base do universo que conhecemos.

Sem darmos conta, criámos o espaço onde vivemos.

 

Em questão, há premissas e rasgos de opinião,

Paradigmas em discussão, ciências que procuram exactidão.

Neste campo, somos a glória, o fracasso e o desenlace.

O nosso diamante nunca ficará perfeito!…

Uma sociedade Humana e Moderna exige arte e respeito.

 

Na concepção da realidade sabemos que existimos;

Inventores e opositores de factos que não concluímos.

Somos máquinas do tempo que consumimos.

Mensageiros prioritários, desta realidade secular,

reinventamos a obra, a que outros deram lugar.  

 

Num mundo desacreditado divergem os ideais,

conceitos e vagas promessas dispersam valores morais;

Uma pedra tosca e dura, cedida à geração futura.

Humanidade, Igualdade e Fraternidade social,

lema de todas as revoluções, neste espaço natural.

 

Nazaré Cunha (2008-11-08)

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s