VII Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da CPLP

Com a aproximação da VII Conferência de Lisboa no dia 25 de Julho muitas são as notícias sobre o evento. Leiam-se as seguintes:

 Nota InformativaLisboa foi a cidade escolhida para a realização da VII Conferência de Chefes de Estado e de Governo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa e das reuniões preparatórias que a precedem, sob os auspícios de Portugal, de acordo com o seguinte calendário:

VII Conferência de Chefes de Estado e de Governo

25 de Julho de 2008A Conferência, que agora terá lugar novamente em Lisboa, dará continuidade ao trabalho iniciado na capital portuguesa em 1996 e prosseguido com os encontros realizados na Cidade da Praia (1998), Maputo (2000), Brasília (2002), São Tomé (2004) e Bissau (2006).

Os trabalhos da XIII Reunião do Conselho de Ministros e da VII Conferência de Chefes de Estado e de Governo vão decorrer no Centro Cultural de Belém. As reuniões dos Pontos Focais da Cooperação e do Comité de Concertação Permanente terão lugar na Sede do Secretariado da CPLP.

Fonte: http://www.cplp.org/Default.aspx?ID=163 Consultada no dia 22.07.08

 

 

 © 2008 LUSA – Agência de Notícias de Portugal, S.A.

CPLP: PR de Moçambique, Armando Guebuza, ausente de Cimeira de Lisboa

2008-07-10 17:39:25

Maputo, 10 Jul (Lusa) – O Presidente moçambicano, Armando Guebuza, não estará presente na VII Reunião da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e será representado na cimeira pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Oldemiro Baloi, indicou hoje fonte do Governo de Maputo.

Segundo fonte do Governo moçambicano, no dia 25 de Julho, data da realização da VII Reunião da CPLP, Guebuza estará no centro de Moçambique em presidência aberta.

“Além do mais, por essas alturas, o país estará a comemorar o 40º aniversário da Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO)”, partido no poder em Moçambique, acrescentou a mesma fonte.

PMA.

Lusa/Fim

keywords: politica Moçambique

 

Fonte: http://aeiou.visao.pt/Pages/Lusa.aspx?News=200807108537650 Consultada no dia 22.07.08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lisboa

 

22.07.08

 

 

 

dn.homepage » dn.nacional

 

 

 

 

 

 

 

 

Angola e Moçambique desvalorizam cimeira


JOÃO PEDRO HENRIQUES

 

CPLP. Os Presidente dos “gigantes” africanos da CPLP, Angola e Moçambique, faltarão à Cimeira de Lisboa, sexta-feira, no CCB. Ontem Cavaco Silva pressionou para que as ausências sejam “muito, muito poucas”. Todos os outros chefes de Estado virão. E até o da Guiné Equatorial, que é somente observador


Angola e Moçambique desvalorizam cimeira

Os Presidentes dos dois principais países africanos da CPLP, Angola e Moçambique, vão estar ausentes da VII Cimeira da organização, sexta-feira, no Centro Cultural de Belém.
Armando Guebuza, Presidente moçambicano, justificou a ausência como motivos de agenda interna: estará numa Presidência aberta e, além do mais, estão a celebrar-se os 40 anos da Frelimo.
Já quanto a José Eduardo Santos não se conhecem justificações. A diplomacia portuguesa admite a ausência do Presidente angolano embora continue a dizer que à última hora ele poderá aparecer.

A presença do chefe do Estado angolano tinha sido confirmada quinta-feira passada, em Luanda, pelo primeiro-ministro José Sócrates, segundo um telex da Lusa (que nunca foi desmentido ou rectificado).
Anteontem, o assessor de imprensa da embaixada angolana em Lisboa, Estevão Alberto, disse ao DN que a sua representação diplomática apenas tinha confirmada a presença, em representação do Governo angolano, de uma delegação chefiada pelo primeiro-ministro Fernando “Nandó” da Piedade Dias dos Santos. A delegação moçambicana será chefiada pela primeira-ministra, Ana Luisa Diogo.
Todos os outros países se farão representar pelos respectivos Chefes do Estado. Estará também Nguema Mbasogo, Presidente da Guiné Equatorial, país que tem um estatuto de observador na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.
Ontem, em Lisboa, o Presidente Cavaco Silva comentou as ausências anunciadas. “Neste momento, ainda não existem indicações definitivas quanto às possíveis ausências”, disse, numa conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo cabo-verdiano, Pedro Pires. “Seria muito positivo que todos os presidentes que fazem parte dos países da CPLP estivessem presentes na Cimeira (…). Quanto às possíveis ausências, eu gostaria que fossem muito, muito poucas”, afirmou ainda o Presidente da República.
Na VII Cimeira será encerrado o biénio de presidência da Guiné, sendo o testemunho transferido para Portugal. “Portugal irá assumir a presidência e, durante esse período da sua presidência, fará tudo o que estiver ao seu alcance para, dando execução às orientações que irão ser aprovadas, afirmar esta comunidade na cena internacional e torná-la numa comunidade mais forte”, declarou Cavaco Silva.

 

Em todas as notícias vem referida a ausência do Presidente de Moçambique, Armando Emílio Guebuza pelo facto de ter na sua Agenda as comemorações dos 40 anos da Frente de Libertação Nacional. Ora, gostaríamos de esclarecer que o que se celebra de 20 a 25 de Julho é a realização do 2º. Congresso da FRELIMO (em 1968), importante data na resolução de problemas internos como o tribalismo e o racismo, que permitiu do ponto de vista ideológico e prático uma evolução da luta pela independência nacional.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s